Erros nos treinos de glúteos

Como Personal Trainer, é comum ouvir algumas mulheres a lamentarem o facto de não conseguirem o glúteo que desejam, apesar de treinarem. Isso pode acontecer por diversas razões, que apresento de seguida.


Erros nos treinos de glúteos


Pouco descanso entre treinos:
Não adianta treinares glúteo todos os dias na esperança que isso o faça crescer ou tonificar de forma mais rápida. Dependendo do treino e do músculo, geralmente é necessário um período de descanso de pelo menos 48 horas (2 dias) para poderes voltar a treinar o mesmo músculo, caso contrário podemos interferir com o processo de recuperação do músculo. Não se regenerando devidamente, não irá responder de forma positiva ao treino.

Baixo volume de treino: Se treinas glúteo uma vez por semana e percebes que as mudanças não são consideráveis, experimenta aumentar a frequência de treino para duas vezes por semana, por exemplo. Pode acontecer que o estímulo de apenas uma vez por semana não seja suficiente para ti.

Alimentação não adequada ao objetivo: Muitas mulheres têm algum medo de comer, pois não querem engordar. No entanto, para potencializar os ganhos musculares é necessário fornecer ao músculo quantidade suficiente de calorias (e proteína) para que o ambiente seja favorável ao ganho muscular. Se estás constantemente em défice calórico (a ingerir menos calorias do que aquelas que gastas) dificilmente os músculos vão crescer (glúteos incluídos).

Pouca carga nos exercícios: Algumas mulheres treinam com pesos muito mais leves do que aqueles que aguentam, pois acreditam que treinar com cargas mais pesadas as vai deixar demasiado musculadas. O aumento muscular é um processo gradual que não acontece do dia para a noite, por isso podes ficar descansada e começar a aumentar as cargas.

Fazer só exercícios isolados: Exercícios isolados podem e devem fazer parte de um treino de glúteo sim, no entanto também precisas de fazer exercícios compostos como o agachamento, levantamento terra, elevação pélvica ou lunge, por exemplo, pois são eles que geram a maior parte dos estímulos necessários para o aumento muscular. Por isso, ambos devem ser combinados para gerar os melhores resultados possíveis.

Apesar destes serem os motivos mais comuns pelos quais o treino de glúteo não dá os resultados que desejas, pode dever-se a outras razões, por isso o melhor é sempre aconselhares-te junto de um Personal Trainer. Bons treinos!

Inês Travassos
PT

Posts Recentes

Deixe um Comentário