L-Carnitina – Queima as calorias do Natal!

L-carnitina é um componente de enzimas que estão envolvidas no transporte de ácidos gordos de cadeia longa através das mitocôndrias, onde ocorre a beta-oxidação (degradação de gorduras), tendo assim uma função importante no metabolismo das gorduras. Esta molécula é produzida pelo fígado e pelo rim, a partir de dois aminoácidos (lisina e metionina).

Sugere-se que, com a sua suplementação, se possa aumentar a oxidação de ácidos gordos durante o exercício físico, contudo a sua eficácia não é igual em todos os indivíduos, havendo respostas diferenciadas a este suplemento.

A quantidade indicada para a suplementação é de 2 a 6g, ingeridos 1 hora a 30 minutos antes do treino. Deve ter-se em consideração que quanto maior a dose, mais prováveis são os efeitos secundários, nomeadamente transtornos gastrointestinais, cólicas, diarreia, aumento da pressão arterial.

L-Carnitina + Inositol + L-Metionina + Extrato de Chá Verde

O suplemento L-Carni Mix 4000 Zero da EU Nutrition, não é só um suplemento com esta substância. É um complexo de substâncias que, juntas, potenciam o objetivo. Para além da l-carnitina, o suplemento L-Carni Mix 4000 Zero, é composto por inositol, l-metionina e extrato de chá verde.

O inositol é uma molécula sintetizada pelo organismo e que também se encontra presente em muitos alimentos, especialmente cereais e fruta. Atua em diversos mecanismos biológicos, nomeadamente manutenção do potencial da membrana celular, modulador da atividade da insulina, utilização das gorduras, redução dos níveis de colesterol, fator de crescimento, regulação do cálcio.

A l-metionina é um aminoácido com função lipotrópica, ou seja, é um facilitador do metabolismo das gorduras, uma vez que intervém na síntese de l-carnitina. Baixos níveis de metionina estão associados a queda de cabelo, acumulação de gordura no fígado, arterosclerose e défice na síntese proteica.

Por último, o chá verde é uma infusão da planta camélia. É uma bebida muito consumida, especialmente pelas suas propriedades medicinais, associadas a tradições orientais. O chá verde apresenta um elevado teor de polifenóis, o que lhe confere um grande poder antioxidante. As evidências científicas sobre a sua ação clínica são limitadas, no entanto sugere-se que este chá ajude a reduzir a arteriosclerose, o risco de doença cardiovascular, os níveis de colesterol e a inflamação em casos de artrite, ajude a controlar a pressão arterial, melhorar a densidade óssea e a memória.

A combinação destas quatro substâncias potencia a utilização da massa gorda durante o exercício enquanto substrato energético, promovendo, em conjunto com o exercício físico e a alimentação adequados, uma perda de tecido adiposo mais rápida e de acordo com os objetivos definidos.

Susana Francisco
Nutricionista
Membro da Ordem dos Nutricionistas nº3215N

Posts Recentes

Deixe um Comentário